Binance CEO: “Nikkei mostrou jornalismo irresponsável…”

Banner Rotativo

De acordo com um relatório do Nikkei na quinta-feira que está sendo amplamente citado, a Agência de Serviços Financeiros do país (FSA) pode estar prestes a ordenar que a empresa baseada em Hong Kong deixe de oferecer serviços no país, uma vez que não está registrado no regulador.

O relatório disse que a FSA está preocupada que as operações da empresa podem representar um risco para os investidores do país e pode apresentar acusações criminais com as autoridades policiais se Binance não cumprir o mandato de registro.

O CEO da Binance, atualmente a maior bolsa de criptomoedas do mundo por volume de negócios, reagiu com os relatos de que a bolsa receberá uma advertência do regulador financeiro do Japão sobre suas operações no país.

Até o momento a FSA não publicou nenhuma declaração formal, o relatório disse que o esforço visa proporcionar um ambiente saudável de comércio de criptomoedas, abordando as trocas não registradas.

O CEO da Binance, Changpeng Zhao, criticou os relatórios, dizendo que a empresa está em diálogo com o regulador.

Ele afirmou no Twitter:

 “Nikkei mostrou jornalismo irresponsável. Estamos em diálogos construtivos com o Japão FSA e não recebemos nenhum mandato. Não faz sentido para JFSA contar a um jornal antes de nos contar, enquanto temos um diálogo ativo com eles.”

Screenshot-2018-3-22 CZ (not giving crypto away) ( cz_binance) Twitter

A notícia surge no momento em que a FSA está reforçando seus esforços para inspecionar as corretoras de criptomoedas, bem como operações de criptomoeda no exterior que solicitam investidores japoneses sem um registro formal.

Leia Também:CEO do Twitter diz que bitcoin se tornará “moeda única” em dez anos.

Siga: t.me/descomplicandobtc

2 thoughts on “Binance CEO: “Nikkei mostrou jornalismo irresponsável…”

Deixe seu cometário