Coinbase anuncia suporte para tokens Ethereum ERC20

Banner Rotativo Imprensa Variedade

A Coinbase anunciou ontem (26) a intenção de adicionar suporte ao ERC20 a vários de seus produtos.

Historicamente, os anúncios da Coinbase causaram enormes influxos de investidores do varejo, oscilações de preço erráticas e até mesmo alegações de manipulação de mercado.

É por isso que foi uma surpresa, quando o último anúncio da Coinbase veio não com um estrondo, mas com um gemido de baixa. Mesmo com esse importante anúncio os preços continuaram sem reação. Quer o mercado opte ou não por reagir nas próximas 24 horas, uma coisa é certa, a adição da Coinbase ao suporte do ERC20 terá efeitos de longo alcance em torno dos mercados de criptomoeda nos próximos anos e não pode ser negligenciada.

O que é ERC20?

O ERC20 é o padrão usado pelos tokens da Ethereum e pelos contratos inteligentes. Ele serve como uma interface para a qual qualquer pessoa que deseje emitir um token ou escrever um contrato inteligente deve obedecer. Há um total de 59.948 contratos da Ethereum por aí. Embora a participação de mercado da Ethereum tenha encolhido, eles praticamente dominaram o mercado de lançamentos de ICO em 2017.

Por exemplo, muitas das moedas mais bem sucedidas, como a EOS, arrecadaram US$ 185 milhões em apenas cinco dias, a Bancor arrecadou US$ 153 milhões e pelo menos mais duas arrecadaram US$ 70 milhões ou mais. Os tokens ERC20 são vistos como base dos ICOs e aplicações blockchain pelos fãs da Ethereum.

Como isso afetará a Coinbase?

A Coinbase tem vários produtos. O primeiro e potencialmente o mais importante para os investidores institucionais é a Custódia Coinbase. Embora não seja familiar a muitos investidores de varejo, a Coinbase Custody é um serviço de custódia de ativos digitais que oferece armazenamento seguro e controles financeiros de grandes holdings. Ninguém sabe quantos clientes estão usando a custódia, mas é visto como o guardião de ativos digitais mais importante nos EUA. Portanto, a adição de tokens ERC20 pode abrir a porta para um conjunto mais diversificado de trusts de criptomoeda.

O GDAX, plataforma de negociação de ativos digitais da Coinbase, que atualmente suporta apenas Bitcoin, Ethereum, Litecoin e Bitcoin Cash, “aguardará clareza regulamentar adicional” antes de adicionar mais ativos. Não está claro o que isso significa, em quais jurisdições eles estão buscando mais orientação sobre regulamentação ou quais são suas preocupações legais. A Coinbase também não estabeleceu um cronograma sobre isso, portanto, se isso acontecer ou não em 2018, é apenas especulação.

A Coinbase, o principal produto da empresa, continuará seguindo o processo que instituiu após o escândalo de negociação com informações privilegiadas do Bitcoin Cash e a elevação (Pump) de preços de somente adicionar moedas à Coinbase depois de terem sido listadas no GDAX.

O Coinbase Asset Management, o fundo de índice de empresas, incluirá quaisquer novos ativos em uma base de capitalização de mercado. Ou seja Se você investir US$ 100.000 e o novo ERC 20 Token “X” tiver 20% do valor de mercado das moedas na Coinbase, você terá US$ 20.000 de token “X”.

A Coinbase também anunciou que seu produto de processamento de pagamentos, Coinbase Commerce, não tem planos de aceitar pagamentos em quaisquer outras criptomoedas. Isto é obviamente um golpe para todas as moedas que desejam ser usadas para transações em tempo real, mas destaca a abordagem cautelosa que a empresa está tomando.

 Como isso afetará o Cripto Markets?

O movimento não deu aos mercados qualquer confiança com a capitalização de mercado total em torno de US$ 30 bilhões. O movimento não conseguiu impulsionar o Ethereum. Eu posso estar errado, mas acho que se esse movimento tivesse chegado quando o valor de mercado estava em US$ 700 bilhões, as reações seriam mais fortes.

 

Leia Tambem:Análise Técnica Bitcoin 27/03/2018

Siga: Telegram

 

 

Deixe seu cometário