Liechtenstein, criptomoedas e Blockchain: entrevista com o primeiro ministro

Noticias

Adrian Hasler, o primeiro-ministro do Liechtenstein, está certo de que a tecnologia blockchain terá impacto em várias áreas e está preparando uma nova lei para fornecer os requisitos essenciais para estabelecer uma base regulatória aos negócios de blockchain. Ele deu uma entrevista ao site internacional Cointelegraph, que está traduzida aí embaixo.

1- Em suas fala no Fórum de Finanças, você anunciou uma nova lei blockchain. O que torna este regulamento especial? Nós vemos um grande potencial em tecnologias blockchain que vão muito além do que podemos observar hoje. Nossa lei é projetada para servir como a base legislativa para tal economia simbólica e, assim, fornecer certeza regulatória para todos os participantes e, em geral, um desenvolvimento positivo adicional. O blockchain pode servir como uma base importante para uma variedade de aplicações econômicas, cobrindo não apenas transações de pagamento, mas soluções financeiras mais amplas, casos de uso da indústria e aplicações gerais.

2- Você poderia especificar as implicações de tal regulamentação quando for colocada em prática para empresas de blockchain e para o cidadão comum? Como eles podem lucrar com isso? Esperamos que muitos outros direitos e ativos sejam colocados em sistemas blockchain no futuro. Um exemplo: para capitalizar efetivamente as vantagens desses sistemas eficientes de transações, precisamos de uma conexão legalmente segura com o mundo físico, que pretendemos alcançar com a supervisão reguladora estadual. Isso criará confiança, o que é importante para as empresas e cidadãos do blockchain.

3- Por que o blockchain é um tópico interessante para o Liechtenstein? Já lidamos com as possibilidades e riscos associados ao blockchain no passado. Vemos algumas oportunidades aqui, mas também alguns desafios para todos os setores econômicos, especialmente o setor financeiro. É importante para o estado do Liechtenstein que o governo e as autoridades lidem intensivamente com as consequências das práticas para poderem tratar as empresas de forma justa e competente. Nosso objetivo é acompanhar ativamente esse desenvolvimento.

4- Você está otimista sobre o futuro do blockchain e cryptocurrencies? Nós observamos uma cena notável, globalmente orientada e bem-educada que está muito envolvida no avanço da tecnologia blockchain, e acreditamos que estamos apenas no início de um desenvolvimento empolgante e de longo prazo. Criptomoedas para mim representam apenas uma fração dos possíveis casos de uso de blockchain em uma economia tokenizada. Acredito que temos que distinguir entre tráfego de pagamento, moedas estáveis ​​representando meios legais de pagamento e moedas criptográficas auto-sustentáveis. Neste contexto, pode-se supor que as moedas estáveis, que estão ligadas às moedas legais, terão um papel importante. Criptomoedas podem desempenhar um papel significativo no futuro, uma vez que se tornem amplamente aceitas.

5- O Liechtenstein tornou-se um dos locais favoritos do mundo para iniciar as ICOs. Quais são as razões? Uma razão importante é a abertura das autoridades e do governo para as novas tecnologias e o conhecimento subsequentemente adquirido sobre como usá-las. Certamente, ajuda muito ter muito pouco tempo de resposta como empresa. É relativamente rápido agendar uma reunião com o ministério das FMA [autoridade financeira do Liechtenstein]. Além disso, introduzimos o chamado laboratório regulatório na FMA, que é um contato competente para empresas inovadoras. Especialmente as empresas Fintech e blockchain parecem usar essa opção intensivamente.

Fonte: Cointelegraph

Tagged

Deixe seu cometário