O Parlamento da Venezuela diz que “El Petro” é a “nova fraude”.

Imprensa Recentes

O parlamento venezuelano atacou a emissão da criptomoeda de petróleo do presidente Nicolas Maduro, chamando-a de “totalmente nula e sem efeito”.

Na semana passada Maduro anunciou que irá ultilizar as reservas de petróleo do país como garantida da criação da criptomoeda venezuelana “El Petro”. Maduro colocou como planejamento inicial a quantidade de 100 milhões de unidades da criptomoeda.

Pedi a emissão de 100 milhões de petros com o sustento legal da riqueza petrolífera certificada e legalizada da Venezuela”.

           Um barril de petróleo da Venezuela tem o valor de mercado em torno de  US$ 59.

Confrontando os planos no parlamento, o deputado Jorge Millan ridicularizou o Petro como uma “novo ato de fraude”. Durante um debate o deputado disse:,

 “Nós nos encontramos diante de um novo tipo de fraude, disfarçada de solução a crise (financeira).

“Esse governo incompetente quer compensar a falta de produção de petróleo com esses barris virtuais “.

Maduro “rotineiramente” ignorou e ignora os protestos de entidades legislativas, as notas da Reuters, e a última condenação da legalidade da “El Petro” pode não ser a tampa do caixão para o esquema. Reuters também citou Millan dizendo:

“Esta não é uma cryptomoeda, esta é uma venda futura do petróleo venezuelano. É feito sob medida para corrupção “.

Os comentaristas colocaram dúvidas sobre o apelo geral da Petro se o lançamento for realizado como o planejado, devido à tênue situação política com a qual a Venezuela continua a lutar.

Tagged

1 thought on “O Parlamento da Venezuela diz que “El Petro” é a “nova fraude”.

Deixe seu cometário