Seguindo Facebook e Goolge, Snapchat tambem vai banir propaganda de ICO.

Banner Rotativo

Seguindo a mesma linha que Facebook e Google o popular aplicativo de mensagens está reagindo contra as cripto moedas. A Snap Inc baniu os anúncios da ICO em seu aplicativo de mensagens, o Snapchat, de acordo com a Cheddar. Embora não seja uma proibição geral de todas as cripto moedas, o Snapchat não parece dar muito aviso sobre suas decisões. A proibição de propaganda de ICO está em vigor desde fevereiro, mas só agora está chamando atenção.

Facebook, Google e Snapchat jockey para posição no mercado de anúncios, por isso não é chocante que eles estão todos juntos nisso. A proibição do New’s of Snapchat vem na esteira de medidas semelhantes do Facebook e do Google. Enquanto isso, o Twitter está planejando uma resposta semelhante. As OICs continuam a ser um mercado livremente governado na maioria das jurisdições, apesar de que surtos de regulamentação estão começando a surgir.

A proibição do Facebook é mais ampla, visando “práticas enganosas e fraudulentas de anúncios… incluindo ICOs e criptocorrências que atualmente não funcionam de boa fé”.

O Google, enquanto isso, não se conteve e não quer nem ficar perto de cripto moedas. A proíbição feita por eles em bem específica em várias categorias, incluindo ICOs, carteiras digitais, corretoras de moedas virtuais e consultores comerciais movidos a criptomoeda. Embora a proibição do Google não entre em vigor até junho de 2018, ela está entre as mais rígidas.

O diretor de anúncios sustentáveis ​​do Google, Scott Spencer, disse à CNBC –

  “Não temos uma bola de cristal para saber para onde será o futuro com as moedas virtuais, mas já vimos danos suficientes ao consumidor ou potencial para o dano ao consumidor, que é uma área que queremos abordar com extrema cautela”.

Luzes, câmera, snapchat

Quanto ao Snapchat, ele recentemente passou por uma refomulação que reforçou seus investimentos em publicidade, como evidenciado pelo salto de quase 40% na receita de anúncios durante o final de 2017 para US$ 281 milhões. Um avanço de quase 75%.

O Snapchat recentemente sofreu um revés quando aprovou um anúncio que era insensível à violência doméstica envolvendo a cantora Rihanna e Chris Brow. Isso fez seu valor de mercado cair perto de US$ 1 bilhão logo após o anúncio.

O Facebook também está se recuperando de uma aparente violação de segurança na qual os dados pessoais de seus usuários foram desviados. Os relatórios sugerem que os anunciantes pressionariam a gigante das mídias sociais e a empresa teve uma desvalorização de quase US$ 40 bilhões.

Não foi possível encontrar o Snapchat para comentários até o momento da reportagem.

Fonte:CCN

Leia tambem:Binance CEO: “Nikkei mostrou jornalismo irresponsável…”

Deixe seu cometário